EPQB EPQB - Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos EPQB - Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ EPQB - Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ
Busca 
Intranet
Por favor, digite ou corrija o CPF!
Por favor, digite sua Senha!
Lembrar Senha
Por favor, digite ou corrija o E-Mail!
This is an example of a HTML caption with a link.
Formulário de Busca
×

Páginas dos Livros nos Sites das Editoras

Ver Legenda   Página Existente
  Página não encontrada

  1. A Aprendizagem Tecnológica no Brasil
  2. Análise Térmica de Materiais
  3. Aproveitamento Energético e Caracterização de Resíduos de Biomassa
  4. Biocatálise e Biotransformação
  5. Biocombustíveis no Brasil
  6. Biomassa para Química Verde
  7. Chemistry Beyond Chlorine
  8. Compositional Grading in Oil and Gas Reservoirs
  9. Controle e Monitoramento de Poluentes Atmosféricos
  10. Dinâmica, Controle e Instrumentação de Processos
  11. Economia da Energia
  12. Engenharia de Processos
  13. Gestão em Biotecnologia
  14. Glycerol - A Versatile Renewable Feedstock for the Chemical Industry
  15. Handbook of Fruit and Vegetable Flavors
  16. Inovação - O Combustível do Futuro
  17. Mapeamento Tecnológico de Polímeros Furânicos
  18. Modelagem Composicional de Frações de Petróleo - Vol. 1: Hidrocraqueamento de Frações Pesadas
  19. Modelagem Composicional de Frações de Petróleo - Vol. 2: Hidrotratamento de Destilados
  20. Modelagem e Controle na Produção de Petróleo
  21. Monoethylene Glycol as Hydrate Inhibitor in Offshore Natural Gas Processing
  22. Olefinas Leves - Tecnologia, Mercado e Aspectos Econômicos
  23. Oportunidades em Medicamentos Genéricos
  24. Panorama e Perspectivas da Estocagem Geológica de Gás Natural
  25. Patenteamento & Prospecção Tecnológica no Setor Farmacêutico
  26. Planejamento de Experimentos usando o Statistica
  27. Potencialidades do Cajueiro
  28. Processos Inorgânicos
  29. Reologia e Reometria - Fundamentos Teóricos e Práticos
  30. Reúso de Água em Processos Químicos
  31. Setores da Indústria Química Orgânica
  32. Technology Roadmap
  33. Tecnologia do Hidrogênio
  34. Tecnologia Enzimática
  35. Tecnologias de Produção de Biodiesel
  36. Technological Trends in the Pharmaceutical Industry
  37. Tendências Tecnológicas no Setor Farmacêutico
×

Dissertações de Mestrado Defendidas: 2010

Aplicação de um Biossensor Microbiano Bioluminescente na Detecção de Hg(II)

Autora: Gisele dos Santos Costa.
Orientadora: Andréa Medeiros Salgado.

Resumo

No início da civilização, o homem desempenhava uma influência menor sobre o ambiente, mas ao dominar novas tecnologias, proporcionou melhoria na qualidade de vida, e também gerou diversos impactos ao ambiente, como o lançamento de diversos contaminantes no meio. O reconhecimento do perigo destes contaminantes faz com que as nações do mundo busquem por legislações mais rígidas e substituições nos processos tecnológicos. O metal pode se apresentar nas formas: solúvel, trocável, ocluso ou fixado aos minerais, precipitados com outros compostos, na biomassa e complexado na matéria orgânica.

Devido a sua dispersão na atmosfera, o mercúrio é considerado um poluente global, sendo depositado até mesmo em regiões remotas. A contaminação com algumas de suas espécies químicas, metilmercúrio, por exemplo, tem causado um número significativo de mortes humanas em acidentes de várias partes do mundo. Em virtude das diversas espécies do mercúrio apresentar comportamentos diferenciados, observou-se a necessidade de buscar métodos que fossem além da determinação quantitativa total. Neste contexto procuramos utilizar a técnica de sensores específicos, os biossensores, na qual procuramos identificar a espécie de mercúrio biodisponível, uma vez que a biodisponibilidade é crítica na questão da toxicidade do metal. A bactéria Escherichia coli MC1061 foi selecionada como detector de mercúrio biodisponível, por ser uma cepa capaz de emitir luz suficiente para servir como um biossensor.

No presente trabalho, a cepa MC1061 foi aplicada na detecção da fração biodisponível do mercúrio presente em amostras de chorume provenientes de três localidades distintas: aterro sanitário, aterro semi-controlado e lixão. Os meses amostrados foram setembro e outubro de 2009. Através de planejamento experimental conseguimos determinar as variáveis mais relevantes para o cultivo celular e para os ensaios luminométricos (melhor meio M9NO3, fator de diluição 1:33,3 e 45 minutos como melhor tempo de incubação).

A melhor curva de calibração para o instrumento biossensor, aplicado à detecção de chorume em matrizes complexas, foi definida partindo das curvas de adição padrão de cada localidade, diretamente contaminadas com o analito em questão. Uma vez que a curva de calibração obtida das soluções aquosas do mercúrio mostrou-se com valores de emissão de luminescência mais altos (por não haver nenhum complexante. Os resultados obtidos pelo instrumento biossensor apresentou alta especificidade para Hg (II) e boa repetibilidade. Das localidades amostradas, o lixão foi a que apresentou maior fração de mercúrio biodisponível no método testado, as outras duas localidades apresentaram valores menores de concentração de mercúrio biodisponível.

Inscrições abertas para mestrado até 04/07/2018