EPQB EPQB - Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos EPQB - Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ EPQB - Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ
Busca 
Intranet
Por favor, digite ou corrija o CPF!
Por favor, digite sua Senha!
Lembrar Senha
Por favor, digite ou corrija o E-Mail!
This is an example of a HTML caption with a link.
Formulário de Busca
×

Páginas dos Livros nos Sites das Editoras

Ver Legenda   Página Existente
  Página não encontrada

  1. A Aprendizagem Tecnológica no Brasil
  2. Análise Térmica de Materiais
  3. Aproveitamento Energético e Caracterização de Resíduos de Biomassa
  4. Biocatálise e Biotransformação
  5. Biocombustíveis no Brasil
  6. Biomassa para Química Verde
  7. Chemistry Beyond Chlorine
  8. Compositional Grading in Oil and Gas Reservoirs
  9. Controle e Monitoramento de Poluentes Atmosféricos
  10. Dinâmica, Controle e Instrumentação de Processos
  11. Economia da Energia
  12. Engenharia de Processos
  13. Gestão em Biotecnologia
  14. Glycerol - A Versatile Renewable Feedstock for the Chemical Industry
  15. Handbook of Fruit and Vegetable Flavors
  16. Inovação - O Combustível do Futuro
  17. Mapeamento Tecnológico de Polímeros Furânicos
  18. Modelagem Composicional de Frações de Petróleo - Vol. 1: Hidrocraqueamento de Frações Pesadas
  19. Modelagem Composicional de Frações de Petróleo - Vol. 2: Hidrotratamento de Destilados
  20. Modelagem e Controle na Produção de Petróleo
  21. Monoethylene Glycol as Hydrate Inhibitor in Offshore Natural Gas Processing
  22. Olefinas Leves - Tecnologia, Mercado e Aspectos Econômicos
  23. Oportunidades em Medicamentos Genéricos
  24. Panorama e Perspectivas da Estocagem Geológica de Gás Natural
  25. Patenteamento & Prospecção Tecnológica no Setor Farmacêutico
  26. Planejamento de Experimentos usando o Statistica
  27. Potencialidades do Cajueiro
  28. Processos Inorgânicos
  29. Reologia e Reometria - Fundamentos Teóricos e Práticos
  30. Reúso de Água em Processos Químicos
  31. Setores da Indústria Química Orgânica
  32. Technology Roadmap
  33. Tecnologia do Hidrogênio
  34. Tecnologia Enzimática
  35. Tecnologias de Produção de Biodiesel
  36. Technological Trends in the Pharmaceutical Industry
  37. Tendências Tecnológicas no Setor Farmacêutico
×

Dissertações de Mestrado Defendidas: 2009

Diagrama de Fontes de Hidrogênio

Autora: Joana Lopes Borges
Orientadores: Fernando Luiz Pellegrini Pessoa, Eduardo Mach Queiroz

Resumo

O hidrogênio presente nos processos de refino é proveniente de correntes de subprodutos, de processos consumidores de hidrogênio em menor pureza, de sua produção a partir de gás natural ou nafta e de sua importação de plantas de produção. Tradicionalmente, o hidrogênio encontra-se em excesso nas refinarias, uma vez que a quantidade produzida é sistematicamente superior à quantidade consumida.

Devido à crescente necessidade de utilização de hidrogênio em processos de tratamento e em novas tecnologias, bem como à redução de sua produção como consequência do processamento de gasolina com baixo teor de aromáticos, a suplementação de hidrogênio torna-se cada vez mais necessária. Para isso, a identificação de metas de mínimo consumo de hidrogênio em uma rede de distribuição é fundamental para estabelecer a mínima vazão requerida pela refinaria. Com esta análise, é possível obter informações quantitativas sobre a rede de distribuição e a localização de "gargalos" no processo.

Sendo assim, esta dissertação de mestrado teve como objetivo a apresentação do Diagrama de Fontes de Hidrogênio, uma nova metodologia de análise para cálculo da meta de mínimo consumo com síntese simultânea da rede. Esse procedimento é descrito em detalhes em um estudo de caso empregado na literatura por outros autores como forma de demonstrar a amplitude da ferramenta desenvolvida.

Os resultados são satisfatórios e, adicionalmente, a rede gerada pode ser facilmente evoluída para atender a restrições da planta. Outros estudos de caso foram realizados obtendo-se redução do consumo de hidrogênio em relação ao fluxograma base, dos custos (inclusive considerando a aquisição de purificadores) e da emissão de poluentes. Além disso, foi possível alcançar novas especificações de combustíveis atendendo à exigência ambiental utilizando um nível mínimo de investimento de capital.

Inscrições abertas para mestrado até 04/07/2018