EPQB EPQB - Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos EPQB - Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ EPQB - Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ
Busca 
Intranet
Por favor, digite ou corrija o CPF!
Por favor, digite sua Senha!
Lembrar Senha
Por favor, digite ou corrija o E-Mail!
This is an example of a HTML caption with a link.
Formulário de Busca
×

Páginas dos Livros nos Sites das Editoras

Ver Legenda   Página Existente
  Página não encontrada

  1. A Aprendizagem Tecnológica no Brasil
  2. Análise Térmica de Materiais
  3. Aproveitamento Energético e Caracterização de Resíduos de Biomassa
  4. Biocatálise e Biotransformação
  5. Biocombustíveis no Brasil
  6. Biomassa para Química Verde
  7. Chemistry Beyond Chlorine
  8. Compositional Grading in Oil and Gas Reservoirs
  9. Controle e Monitoramento de Poluentes Atmosféricos
  10. Dinâmica, Controle e Instrumentação de Processos
  11. Economia da Energia
  12. Engenharia de Processos
  13. Gestão em Biotecnologia
  14. Glycerol - A Versatile Renewable Feedstock for the Chemical Industry
  15. Handbook of Fruit and Vegetable Flavors
  16. Inovação - O Combustível do Futuro
  17. Mapeamento Tecnológico de Polímeros Furânicos
  18. Modelagem Composicional de Frações de Petróleo - Vol. 1: Hidrocraqueamento de Frações Pesadas
  19. Modelagem Composicional de Frações de Petróleo - Vol. 2: Hidrotratamento de Destilados
  20. Modelagem e Controle na Produção de Petróleo
  21. Monoethylene Glycol as Hydrate Inhibitor in Offshore Natural Gas Processing
  22. Olefinas Leves - Tecnologia, Mercado e Aspectos Econômicos
  23. Oportunidades em Medicamentos Genéricos
  24. Panorama e Perspectivas da Estocagem Geológica de Gás Natural
  25. Patenteamento & Prospecção Tecnológica no Setor Farmacêutico
  26. Planejamento de Experimentos usando o Statistica
  27. Potencialidades do Cajueiro
  28. Processos Inorgânicos
  29. Reologia e Reometria - Fundamentos Teóricos e Práticos
  30. Reúso de Água em Processos Químicos
  31. Setores da Indústria Química Orgânica
  32. Technology Roadmap
  33. Tecnologia do Hidrogênio
  34. Tecnologia Enzimática
  35. Tecnologias de Produção de Biodiesel
  36. Technological Trends in the Pharmaceutical Industry
  37. Tendências Tecnológicas no Setor Farmacêutico
×

Dissertações de Mestrado Defendidas: 2011

Estudo do Efeito do Farnesol sobre a Morfologia Celular de Yarrowia Lipolytica

Autora: Patrícia Martins Botelho Nunes.
Orientadores: Maria Helena Miguez da Rocha Leão, Priscilla Filomena Fonseca do Amaral.

Resumo
Yarrowia lipolytica é um microrganismo estritamente aeróbio, eucariótico, dimórfico, do reino Fungi e apresenta uma vasta aplicação tecnológica. Esta levedura é um bom modelo para o estudo do dimorfismo, pois apresenta suas fases morfológicas (hifa, pseudohifa e levedura) bem definidas e não é patogênica.

Estudos sobre o dimorfismo têm ganho destaque, pois ele é determinante na virulência da maioria dos fungos patogênicos e o conhecimento dos mecanismos que o regulam pode auxiliar na terapia de doenças causadas por fungos dimórficos, através do desenvolvimento de novos fármacos.

Farnesol é um sesquiterpeno, componente de muitos perfumes, é uma molécula sinalizadora (quorum-sensing, molécula QSM), que inibe a formação de hifas em Candida albicans e tem apresentado também a capacidade de prevenir a formação de biofilme por este fungo.

No presente trabalho, a indução da formação de hifas foi realizada com N-acetilglicosamina e soro fetal bovino. A formação de hifas foi analisada através do processamento digital de imagens (em software Matlab 7.0.4) obtidas através de uma câmera digital acoplada a um microscópio óptico com aumento de 400x. Através de um planejamento experimental verificou-se que a agitação utilizada para o cultivo das células de Y. lipolytica influenciou de forma significativa a formação de hifas. Agitações inferiores induziram a formação de um maior número de hifas, provavelmente devido a uma menor oferta de oxigênio no meio de cultivo.

Farnesol foi adicionado aos meios de cultivo nas concentrações de 300, 600, 900 e 1200 µM para a determinação da concentração mais eficaz para a inibição da formação de hifas. Foi observado que o farnesol inibe o crescimento celular em Y. lipolytica. A formação de hifas também foi inibida em 31,6% e esta inibição foi dependente da concentração. Na presença de N-acetilglicosamina como indutor, a inibição da formação de hifas por farnesol chegou a 44,4%.

Inscrições abertas para mestrado até 04/07/2018