EPQB EPQB - Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos EPQB - Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ EPQB - Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ
Busca 
Intranet
Por favor, digite ou corrija o CPF!
Por favor, digite sua Senha!
Lembrar Senha
Por favor, digite ou corrija o E-Mail!
This is an example of a HTML caption with a link.
Formulário de Busca
×

Páginas dos Livros nos Sites das Editoras

Ver Legenda   Página Existente
  Página não encontrada

  1. A Aprendizagem Tecnológica no Brasil
  2. Análise Térmica de Materiais
  3. Aproveitamento Energético e Caracterização de Resíduos de Biomassa
  4. Biocatálise e Biotransformação
  5. Biocombustíveis no Brasil
  6. Biomassa para Química Verde
  7. Chemistry Beyond Chlorine
  8. Compositional Grading in Oil and Gas Reservoirs
  9. Controle e Monitoramento de Poluentes Atmosféricos
  10. Dinâmica, Controle e Instrumentação de Processos
  11. Economia da Energia
  12. Engenharia de Processos
  13. Gestão em Biotecnologia
  14. Glycerol - A Versatile Renewable Feedstock for the Chemical Industry
  15. Handbook of Fruit and Vegetable Flavors
  16. Inovação - O Combustível do Futuro
  17. Mapeamento Tecnológico de Polímeros Furânicos
  18. Modelagem Composicional de Frações de Petróleo - Vol. 1: Hidrocraqueamento de Frações Pesadas
  19. Modelagem Composicional de Frações de Petróleo - Vol. 2: Hidrotratamento de Destilados
  20. Modelagem e Controle na Produção de Petróleo
  21. Monoethylene Glycol as Hydrate Inhibitor in Offshore Natural Gas Processing
  22. Olefinas Leves - Tecnologia, Mercado e Aspectos Econômicos
  23. Oportunidades em Medicamentos Genéricos
  24. Panorama e Perspectivas da Estocagem Geológica de Gás Natural
  25. Patenteamento & Prospecção Tecnológica no Setor Farmacêutico
  26. Planejamento de Experimentos usando o Statistica
  27. Potencialidades do Cajueiro
  28. Processos Inorgânicos
  29. Reologia e Reometria - Fundamentos Teóricos e Práticos
  30. Reúso de Água em Processos Químicos
  31. Setores da Indústria Química Orgânica
  32. Technology Roadmap
  33. Tecnologia do Hidrogênio
  34. Tecnologia Enzimática
  35. Tecnologias de Produção de Biodiesel
  36. Technological Trends in the Pharmaceutical Industry
  37. Tendências Tecnológicas no Setor Farmacêutico
×

Dissertações de Mestrado Defendidas: 2011

Uma Metodologia Monte Carlo para Projeto de Gasodutos e Carbodutos.

Autor: Anderson Penavilla de Oliveira.
Orientador: José Luiz de Medeiros, Ofélia de Queiroz Fernandes Araújo.
Laboratório: H2CIN

Resumo

No último século, o Brasil experimentou intenso desenvolvimento econômico caracterizado por diversas transformações, entre elas a urbanização, industrialização e aumento da demanda energética. Isto fez com que houvesse crescimento acelerado do consumo de combustíveis para transporte e produção de energia, o que, por sua vez, trouxe maiores taxas de emissões atmosféricas de CO2, um dos gases do efeito estufa, cuja produção é inerente à própria industrialização.

O descarte ambientalmente correto de CO2, embora ainda considerado de forma incipiente no País, requererá, cedo ou tarde, a implantação de gasodutos conhecidos como carbodutos, dutos de transporte de CO2 supercrítico, partindo das inúmeras zonas de produção para as poucas conhecidas zonas de destinação.

Grandes vazões de combustível e de CO2 são demandadas e processadas a cada dia, e para deslocar tais vazões tem sido necessário criar, expandir e restaurar meios de transportar estes fluidos por longas distâncias. Um dos combustíveis, cada vez mais presente na matriz energética, é o gás natural, para o qual gasodutos constituem o meio mais seguro e econômico de transportar grandes vazões por grandes quilometragens a partir das zonas de produção. No caso do CO2, carbodutos garantem não somente o benefício ambiental, mas também por representar a alternativa mais econômica para deslocá-lo como fluido supercrítico a locais de injeção em distantes zonas de produção de petróleo e gás.

O projeto adequado e otimizado de gasodutos e carbodutos deve permitir custos razoáveis de construção e operação confiável durante anos sem a necessidade de compressores boosters e investimentos extras. Isto requer que as condições e premissas do serviço sejam bem acessadas pelos projetistas, incluindo-se aí previsões de crescimento futuro do tráfego de fluido.

Este trabalho apresenta uma metodologia de projeto de gasodutos e carbodutos unindo o software Pipeline Studio®, utilizado para as simulações de escoamentos, e o software Microsoft Excel para o tratamento de dados, de modo a obter diâmetro, investimento e custo anual atendendo com probabilidade de sucesso conhecida a um quadro estocástico de demandas compatível com um possível horizonte de vários anos.

De acordo com a ferramenta, para um gasoduto de 475 km de extensão com uma vazão média de 3 milhões m³/d e desvio padrão de 1 milhão m³/d, um diâmetro de 18" corresponde a uma probabilidade de sucesso do empreendimento de 85,06%. O Investimento neste caso será de 187.439.140 dólares com Custo Anual de 23,893 milhões de dólares/ano.

Para outro gasoduto com 600 km de extensão e uma vazão média de 4 milhões m³/d com desvio padrão de 1 milhão m³/d, um diâmetro 18" corresponde a probabilidade de sucesso de 84,48%, com Investimento de 228.749.800 dólares e Custo Anual de 29, 222 milhões de dólares/ano.

Assim como nos gasodutos, foi possível utilizar a ferramenta para carbodutos, neste caso, um carboduto de 500 km de extensão e 2 milhões de m³/d de gás carbônico com desvio padrão de 1 milhão de m³/d, resultou para um diâmetro comercial de 14" uma probabilidade de sucesso de 93,03%, com um Investimento de 153.765.800 dólares e Custo Anual de 19,865 milhões de dólares/ano.

Como produto do trabalho, têm-se uma metodologia computacional simples e robusta voltada para o projeto de gasodutos e carbodutos de forma a obter dutovias eficientes, otimizadas e econômicas.

Inscrições abertas para mestrado até 04/07/2018