EPQB EPQB - Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos EPQB - Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ EPQB - Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ
Busca 
Intranet
Por favor, digite ou corrija o CPF!
Por favor, digite sua Senha!
Lembrar Senha
Por favor, digite ou corrija o E-Mail!
This is an example of a HTML caption with a link.
Formulário de Busca
×

Páginas dos Livros nos Sites das Editoras

Ver Legenda   Página Existente
  Página não encontrada

  1. A Aprendizagem Tecnológica no Brasil
  2. Análise Térmica de Materiais
  3. Aproveitamento Energético e Caracterização de Resíduos de Biomassa
  4. Biocatálise e Biotransformação
  5. Biocombustíveis no Brasil
  6. Biomassa para Química Verde
  7. Chemistry Beyond Chlorine
  8. Compositional Grading in Oil and Gas Reservoirs
  9. Controle e Monitoramento de Poluentes Atmosféricos
  10. Dinâmica, Controle e Instrumentação de Processos
  11. Economia da Energia
  12. Engenharia de Processos
  13. Gestão em Biotecnologia
  14. Glycerol - A Versatile Renewable Feedstock for the Chemical Industry
  15. Handbook of Fruit and Vegetable Flavors
  16. Inovação - O Combustível do Futuro
  17. Mapeamento Tecnológico de Polímeros Furânicos
  18. Modelagem Composicional de Frações de Petróleo - Vol. 1: Hidrocraqueamento de Frações Pesadas
  19. Modelagem Composicional de Frações de Petróleo - Vol. 2: Hidrotratamento de Destilados
  20. Modelagem e Controle na Produção de Petróleo
  21. Monoethylene Glycol as Hydrate Inhibitor in Offshore Natural Gas Processing
  22. Olefinas Leves - Tecnologia, Mercado e Aspectos Econômicos
  23. Oportunidades em Medicamentos Genéricos
  24. Panorama e Perspectivas da Estocagem Geológica de Gás Natural
  25. Patenteamento & Prospecção Tecnológica no Setor Farmacêutico
  26. Planejamento de Experimentos usando o Statistica
  27. Potencialidades do Cajueiro
  28. Processos Inorgânicos
  29. Reologia e Reometria - Fundamentos Teóricos e Práticos
  30. Reúso de Água em Processos Químicos
  31. Setores da Indústria Química Orgânica
  32. Technology Roadmap
  33. Tecnologia do Hidrogênio
  34. Tecnologia Enzimática
  35. Tecnologias de Produção de Biodiesel
  36. Technological Trends in the Pharmaceutical Industry
  37. Tendências Tecnológicas no Setor Farmacêutico
×

Dissertações de Mestrado Defendidas: 2012

Avaliação Econômica de um Processo de Produção de Biodiesel utilizando THF como Co-Solvente.

Autora: Fernanda Geórgia de Figueiredo Taborda BarbosaMP.
Orientador: Márcio Nele de Souza.

Resumo

O alto custo de produção do biodiesel é um obstáculo à expansão da oferta e do consumo deste combustível. Nesse contexto, pode-se entender o grande número de estudos e pesquisas atuais abordando explorações de novas matérias-primas e novas rotas de produção de biodiesel, como tentativas de reduzir esses custos.

O presente trabalho teve por objetivo avaliar se o uso do tetrahidrofurano (THF), como co-solvente em um processo de produção de biodiesel, é economicamente vantajoso. Assim, foram realizadas simulações do processo de transesterificação básica do óleo de soja com metanol, utilizando o simulador de processos Aspen/HYSYS®, para avaliar a diferença de desempenho entre o processo sem e com THF.

Para o processo sem THF, foram simulados quatro casos, diferindo-se pela razão molar de álcool e óleo utilizada, que variou de 6:1 a 15:1. Já para o processo com THF, apenas um caso foi simulado, com razão molar de álcool e óleo de 6:1 e razão volumétrica entre THF e álcool de 1,6:1. Nos dois casos, foi utilizada a mesma sequência de equipamentos e operações unitárias. Dados cinéticos obtidos na literatura para os processos sem e com THF também foram usados nas simulações. Os resultados destas foram verificados quanto às especificações vigentes e analisados economicamente.

Concluiu-se, então, nas condições deste trabalho, que apesar do elevado preço do THF, seu uso no processo é vantajoso. Ele aumenta a receita, não requer adaptações no processo e não aumenta os custos com utilidades e equipamentos. Tais vantagens estão associadas, provavelmente, ao fato deste co-solvente promover uma melhora da cinética reacional, aumentando a taxa de reação, sem impactar nas etapas de separação do processo, uma vez que pode ser facilmente recuperado e reciclado, juntamente com o metanol.

Inscrições abertas para mestrado até 04/07/2018