EPQB EPQB - Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos EPQB - Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ EPQB - Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ
Busca 
Intranet
Por favor, digite ou corrija o CPF!
Por favor, digite sua Senha!
Lembrar Senha
Por favor, digite ou corrija o E-Mail!
This is an example of a HTML caption with a link.
Formulário de Busca
×

Páginas dos Livros nos Sites das Editoras

Ver Legenda   Página Existente
  Página não encontrada

  1. A Aprendizagem Tecnológica no Brasil
  2. Análise Térmica de Materiais
  3. Aproveitamento Energético e Caracterização de Resíduos de Biomassa
  4. Biocatálise e Biotransformação
  5. Biocombustíveis no Brasil
  6. Biomassa para Química Verde
  7. Chemistry Beyond Chlorine
  8. Compositional Grading in Oil and Gas Reservoirs
  9. Controle e Monitoramento de Poluentes Atmosféricos
  10. Dinâmica, Controle e Instrumentação de Processos
  11. Economia da Energia
  12. Engenharia de Processos
  13. Gestão em Biotecnologia
  14. Glycerol - A Versatile Renewable Feedstock for the Chemical Industry
  15. Handbook of Fruit and Vegetable Flavors
  16. Inovação - O Combustível do Futuro
  17. Mapeamento Tecnológico de Polímeros Furânicos
  18. Modelagem Composicional de Frações de Petróleo - Vol. 1: Hidrocraqueamento de Frações Pesadas
  19. Modelagem Composicional de Frações de Petróleo - Vol. 2: Hidrotratamento de Destilados
  20. Modelagem e Controle na Produção de Petróleo
  21. Monoethylene Glycol as Hydrate Inhibitor in Offshore Natural Gas Processing
  22. Olefinas Leves - Tecnologia, Mercado e Aspectos Econômicos
  23. Oportunidades em Medicamentos Genéricos
  24. Panorama e Perspectivas da Estocagem Geológica de Gás Natural
  25. Patenteamento & Prospecção Tecnológica no Setor Farmacêutico
  26. Planejamento de Experimentos usando o Statistica
  27. Potencialidades do Cajueiro
  28. Processos Inorgânicos
  29. Reologia e Reometria - Fundamentos Teóricos e Práticos
  30. Reúso de Água em Processos Químicos
  31. Setores da Indústria Química Orgânica
  32. Technology Roadmap
  33. Tecnologia do Hidrogênio
  34. Tecnologia Enzimática
  35. Tecnologias de Produção de Biodiesel
  36. Technological Trends in the Pharmaceutical Industry
  37. Tendências Tecnológicas no Setor Farmacêutico
×

Dissertações de Mestrado Defendidas: 2009

Avaliação da Qualidade da Água do Rio Uberabinha - Uberlândia-MG

Autor: Elano Mário Gonçalves
Orientadoras: Lídia Yokoyama e Maria Lyda Bolaños Rojas.

Resumo

Nesta pesquisa analisou-se a qualidade da água do Rio Uberabinha no Município de Uberlândia-MG. Este estudo utilizou os dados de monitoramento do Rio Uberabinha, realizado pelo Departamento Municipal de Água e Esgoto (DMAE) nos anos 2007 e 2008. As análises destes dados foram realizadas em função da necessidade de se classificar o Rio Uberabinha de acordo com a Resolução CONAMA n° 357 de 17 de março de 2005.

Foram calculados o Índice de Qualidade das Águas (IQA) e o Índice de Toxicidade (IT) de acordo com metodologia utilizada pelo Instituto Mineiro de Gestão das Águas (IGAM). O teste de Tukey através do Software SISVAR, foi utilizado como ferramenta estatística. Analisaram-se 14 parâmetros físicos, 21 parâmetros químicos, e 01 parâmetro biológico, distribuídos em 05 pontos definidos estrategicamente pelo DMAE de acordo com o grau de importância das ações antrópicas.

O ponto 01 se localiza a montante da cidade na Estação de Tratamento de Água - ETA Sucupira, o ponto 02 encontra-se a montante da cidade no limite do perímetro urbano de Uberlândia, o ponto 03 está localizado a montante da Estação de Tratamento de Esgotos - ETE Uberabinha e aterro sanitário, o ponto 4 localiza-se a jusante da ETE Uberabinha, aterro sanitário, e o ponto 5 localiza-se a jusante da cidade.

Conclui-se que, através dos dados analisados, o Rio Uberabinha apresenta classes diferentes ao longo do mesmo. Porém, de acordo com a Resolução CONAMA n° 357 de 17 de março de 2005, este se classifica como classe 3. Mostrou-se Índice de Toxicidade (IT) baixo, com exceção dos parâmetros Cádmio Total e Chumbo Total que a partir do ponto 2, apresentaram toxicidade alta e média, respectivamente. O IQA apresentou nível médio nos pontos 01, 02, 03, 04, e nível ruim no ponto 5.

Inscrições abertas para mestrado até 04/07/2018